História da Raça

História da Raça

Quem aí já ouviu falar nessa raça? Se não ouviu pelo menos já deve ter visto em algum desenho animado. Essa é a raça da meiga Dinah, o segundo amor do fiel amigo Pluto, depois da doce Fifi. Também é conhecido por alguns de forma vulgar como cão salsicha por sua forma comprida e roliça como um cilindro é sem dúvidas um bom cachorro para se ter em casa.

 

Características gerais

Essa raça encontra-se cadastrada na Federação Cinológica Internacional por sua imensa variedade quando se fala em tamanho e tipo de pelagem, assim temos: standard, miniatura e Kaninchen quanto ao tamanho e quanto ao pelo temos longo, curto ou duro. Os tamanhos são divididos em 3, cada um apresentando uma raça diferente: tamanho normal que chega a 9 kg, o anão que possui circunferência torácica de até 35 cm quando chega a idade de 15 meses e o Kaninchen que chega a circunferência torácica máxima de 30 cm na mesma idade. É um cão de membros curtos, estrutura alongada e forte musculatura. Apesar de todas as características, no momento do acasalamento só são permitidos cães com pelo e tamanhos iguais.

 

Por seu porte pequeno e leve e seu faro bastante aguçado é um excelente cão para a prática da caça. Além disso, também é um ótimo companheiro. É dócil, carinhoso, cheio de energia e adora brincar. O seu tamanho não é medido como nos outros cachorros, ou seja, pela altura, mas sim pelo diâmetro do tórax que pode variar de 30 até 35 cm. Essa raça também possui uma elevada expectativa de vida, ultrapassando 12 anos e alguns chegam a viver incríveis 20 anos.

Saindo de especulações sem registros propriamente ditos, em 1561 a raça aparece pela primeira vez em um livro de gravuras de forma inconfundível e em 1888 tem o seu registro oficial como cachorro de raça alemã.

Informações sobre o Dachshund

História do Dachshund

É um cachorro de raça bastante antiga, o qual já se pode observar em desenhos nas tumbas de alguns faraós do antigo Egito. Eles foram o principal instrumento de caça dos alemães que precisavam de um cão farejador e de pequeno porte para que pudesse entrar nas tocas de lebres e texugos.

Na Inglaterra, ele foi introduzido na corte no século XIX e nos Estados Unidos apareceram por volta de 1880. Já no Brasil, o Dachshund chegou junto com os colonizadores europeus e receberam o apelido de paqueiros por conseguirem caçar pacas como nenhum outro animal. Ainda nos dias de hoje ele é utilizado não apenas na Alemanha, mas também na Inglaterra como cães de caça em esportes.

Personalidade

Ele se tornou um excelente cão para quem mora em lugares pequenos como apartamentos e excelente cão de vigia para quem mora sozinho. Ele está sempre atento a qualquer barulho ou ruído, latindo bastante a qualquer movimento estranho. E se você já tem outro cão dentro de casa não precisa se preocupar. O Dachshund consegue se adaptar também a outros animais que morem no mesmo ambiente, mas se ele for provocado vai partir para a briga.

Alguns o acham um tanto desobediente pelo seu estilo mais independente. E não adianta gritar ou dar umas palmadas: se ele não te elegeu como dono é melhor desistir porque não irá obedecê-lo. Mas não se preocupe, pois ele brinca e convive bem com toda a família, especialmente com crianças.

Variedade de cores

Com certeza você já deve ter visto um Dachshund preto, avermelhado, marrom e outra infinidade de misturas. Há outras variações de cores bem interessantes como o bicolor (cinza, branco, castanho, preto, marrom), arlequim (castanho claro, cinza claro, manchas desiguais), arlequim tigrado (vermelho ou amarelado com listras escuras).

Problemas e patologias que acometem à raça

Por sua formação anatômica, cães de baixa estatura como Dachshund e o Basset Hound costuma ter problemas com obesidade e na coluna vertebral. Os problemas com a alimentação (que podem provocar os de coluna) podem ser resolvidos facilmente. Basta ir até um veterinário e ele irá te indicar qual a dosagem e o horário correto em que cada refeição deve ser servida. Para evitar os problemas de coluna, além de controlar o peso é preciso impedir que o cão salte de locais altos como sofás, camas e cadeiras.

Outros problemas bem comuns são:

 

Uma outra patologia que pode acometer a raça é a dermatite. É um tipo de doença de pele que acomete principalmente os cães entre as idades de 1 e 3 anos. No caso da raça Dachshund, é mais comum aparecer nos cães com pelagem mais comprida em ambientes muito quentes e por causa da falta de ventilação que isso pode trazer. Uma solução muito simples, mas que muitos donos detestam é cortar o pelo bem curtinho. Lembre-se que o principal é o bem-estar do seu animal e não a beleza que você acha melhor.

No geral ele é sim um cão que pode ser o seu companheiro de todas as horas não importa o tamanho e o tipo de pelo que ele tenha. Eles são extremamente divertidos, espertos e muito fiéis ao dono.